Somos espíritos encarnados em um corpo, estamos na Terra para aprender, evoluir diante de diversas situações. Nossa verdadeira casa não é aqui, e sim no plano espiritual. Como dizia Jesus: “meu reino não é deste mundo”, então quanto mais se coloca em prática os exercícios espirituais, seja através de uma meditação, oração, leitura do evangelho, entre tantos outros, mais a alma sente-se em casa.

Quando isso ocorre, a nossa alma começa a ter um verdadeiro entendimento do por que estar aqui e do que veio fazer aqui. Isso desencadeia o sentimento de resignação perante os desafios, que nada mais são do que grandes oportunidades para evoluir, e não de regredir, estagnar; desencadeia o perdão para com os inimigos, sejam eles encarnados ou desencarnados, que são vossos irmãos que mais precisam de amor; a alma leva esta vida com mais leveza, sem maldades, respeitando o próximo, além de tantas outras virtudes que o Pai Maior deixou-nos de lição, ficando mais fácil, assim, de entender a passagem: “deixai vir a mim as criancinhas.”

Por isso, vamos aproveitar esta encarnação para fazermos tudo o que não fomos capazes de fazer nas outras, pois quando a hora de voltar para casa chegar, a alma voltará com sua bagagem recheada de aprendizados e um sentimento de dever cumprido.