Cada indivíduo encarnado possui um mentor, que tem por tarefa ajudar em nossa trajetória de vida, clareando as nossas ideias, dando suporte nos momentos de dificuldade. A missão deles é estar conosco prestando apoio, mas eles não tomarão decisões por nós, uma vez que agem dentro dos limites de conhecimento do encarnado, respeitando o seu livre arbítrio, por isso que é tão importante estudar o evangelho e, principalmente, aplica-lo no dia a dia para que se possa aperfeiçoar a conduta moral.

É muito frequente as pessoas perguntarem “Como eu faço para entrar em contato com o meu mentor?”, na realidade a maneira mais prática é através da oração. Geralmente não conseguimos nos comunicar pelo simples fato da nossa mente estar muito turbulenta por conta do estresse do dia a dia, dos diversos pensamentos que temos, e isso contribui para que haja um bloqueio no canal de comunicação.

Certa vez a jornalista que estava entrevistando Divaldo Franco perguntou por que não conseguimos acessar nossos mentores, e ele respondeu: “porque nós não permitimos.” Existe outra pergunta que é muito frequente também, “por que muitas vezes os mentores se afastam?”, e a resposta é que não são eles que se afastam, mas nós nos afastamos deles. Por exemplo: Uma das missões do mentor é nos auxiliar, se ele faz de tudo para que tenhamos sucesso e vê que não estamos evoluindo espiritualmente e valorizando este trabalho, ele se afasta.

Só é possível entrar em contato mais direto com o nosso mentor espiritual se nossa frequência vibratória estiver na mesma sintonia com a dele, pois um indivíduo que comete crueldades, bebe, fuma, e tem pensamentos negativos, consequentemente tem uma frequência baixa – e nesta frequência estão espíritos chamados obsessores – que nos induzem a fazer o mal. Então o ideal é elevar nossa frequência através de bons pensamentos e oração para que nosso mentor possa nos auxiliar da melhor maneira possível.

Pode também acontecer do nosso mentor ser substituído por diversos motivos, como por exemplo: necessidade dele reencarnar ou o mentor receber uma nova incumbência espiritual e suas responsabilidades não permitirão o apoio necessário ao indivíduo.

Lembremos que nós e nossos mentores não somos espíritos puros, estamos buscando evolução espiritual, então ore para ele, agradeça-o pelo trabalho, compartilhe momentos de aprendizado para que tanto você quanto ele possam evoluir juntos.